Pequeno vídeo: Morte e Vida Severina

O vídeo busca interpretar, ainda que de forma amadora, a primeira parte do poema de João Cabral de Melo Neto. Ele foi produzido por mim, Francimária Ribeiro e Roberto Wagner, em 2009.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jucélio Souza, esse talentoso artista de Pão de Açúcar

Amanhã já é ontem

O que não se pode pesar